os pombos são considerados pragas urbanas devido a sua característica de serem hospedeiros de diversos organismos que causam prejuízos à nossa saúde.

Os pombos causam danos materiais decorrentes da deposição de suas fezes nos mais diversos tipos de construções, em materiais industrializados, em depósitos de maquinarias, etc.

Principais doenças transmitidas pelos pombos:

  • CRIPTOCOCOSE – inflamação no cérebro e meninges, ocasionadas por fungos.
  • HISTOPLASMOSE– infecção pulmonar causada por fungos.
  • ALERGIA – desencadeada por penas que contém piolhos, ácaros e pulgas.
  • TOXOPLASMOSE – infecção celular que ataca múltiplos órgãos, ocasionada por protozoários.
  • ORNITOSE – infecção pulmonar.
  • SALMONELA – infecção intestinal, ocasionada por bactérias ( alimentos contaminados ).
  • PSITACOSE – causa dor de cabeça, febre alta, calafrios, ocasionadas por vírus.
  • COCCIDIOSE, CANDIDÍASE, ENCEFALITE, PSEUDOTUBERCULOSE, TUBERCULOSE AVÍCOLA e mais 26 doenças registradas.

Outros Problemas causados pelos pombos:
• Suas fezes ácidas corroem metal, descolorem pedra, apodrecem madeira, danificam superfícies pintadas.
• Suas penas entopem calhas, ralos.
• Em grupo provocam muito barulho.



Controle de morcegos

Os morcegos são mamíferos, pertencente à ordem Chiroptera, muito semelhante aos rato.

Os morcegos podem ingerir uma grande variedade de alimentos, recebendo diferentes denominações como:

Frugívoros: Alimentam-se de frutos e são de grande importância na dispersão de sementes no meio ambiente;

Insetívoros: alimentam-se de insetos de várias espécies, constituindo importantes auxiliares ao homem no combate de insetos nocivos;

Carnívoros: ingerem pequenos animais como lagartos, sapos, rãs, ratos ou lesmas;

Hematófago: alimentam-se quase que exclusivamente de sangue, principalmente de bois, cavalos, cabras e galinhas, podendo atacar também o homem.

Pode-se tomar alguns cuidados ao se deparar com morcegos, e também medidas preventivas para evitar a presença destes como:

Manter os alimentos cobertos, principalmente as frutas;